Bolsonaro recebe dieta cremosa e evolui satisfatoriamente; médico diz que alta deve ser neste domingo

0
26

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) passou a receber neste sábado (17) uma dieta cremosa e seu quadro clínico continua evoluindo satisfatoriamente, segundo boletim médico divulgado pelo Hospital Vila Nova Star, na Zona Sul de São Paulo.

“O Hospital Vila Nova Star informa que o Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, continua evoluindo satisfatoriamente, apresentando melhora clínica e laboratorial. Durante o dia de hoje, será oferecida dieta cremosa não fermentativa. Se continuar havendo boa aceitação, a equipe médica assistente decidirá pela alta nos próximos dias.”

A dieta cremosa oferecida ao presidente é não fermentativa para não provocar gases. Em entrevista na tarde deste sábado, o médico responsável pela saúde de Bolsonaro, o cirurgião Antônio Macedo, informou que a alta está prevista para este domingo (18).

Macedo também disse que o estado do presidente é “muito bom” e que o próximo passo será mudar da dieta cremosa (que se come com colher e passou a ser oferecida neste sábado) para a pastosa (que precisa de um garfo).

Nesta manhã, Bolsonaro postou em suas redes sociais uma foto em que estava se alimentando. Bolsonaro está internado no hospital desde a noite de quarta-feira (14) após ser transferido de Brasília e diagnosticado com obstrução intestinal.

O presidente tinha sido internado no Hospital das Forças Armadas na madrugada de quarta com dores abdominais e um quadro de soluço persistente. Macedo, médico que o acompanha desde a facada de 2018, foi até Brasília e decidiu trazer Bolsonaro para a cidade de São Paulo para investigar os motivos do soluço persistente.

A possibilidade de uma cirurgia de emergência chegou a ser cogitada, mas foi descartada após o presidente responder bem aos medicamentos que recebeu.

Na sexta (16), a equipe médica introduziu a dieta líquida no presidente depois de novos exames mostrarem a evolução do seu quadro de saúde. Ele chegou a usar uma sonda nasogástrica para se alimentar nos primeiros dias de internação.

G1