Castelo abandonado de José Rico com mais de 100 quartos vai virar museu

0
272

O cantor sertanejo José Rico morreu em 2015 após complicações da sua diabetes. O ex-parceiro de Milionário nos deixou sem concluir seu maior empreendimento: um castelo construído na cidade de Limeira (SP), com mais de 20 mil metros quadrados.

“Ali é meu mundo. Estou construindo para mim e para os meus”, disse ele ao cantor Michel Teló, durante o programa Bem Sertanejo. Na ocasião, ele afirmou que queria montar um estúdio no local, que também serviria de recanto para os familiares.

Após a morte de José Rico, a família do cantor passou um bom tempo sem saber o que fazer com o castelo de aproximadamente 100 quartos deixado por ele. Agora, de acordo com a assessoria de imprensa do sertanejo, o local abrigará um museu que contará a história da dupla Milionário e José Rico através de roupas, discos e objetos pessoais. Parte do imóvel ainda abrigará um hotel temático.

O projeto, que ainda está em fase inicial, será tocado pelas famílias de Milionário e José Rico. E, para que o museu consiga sair do papel, a viúva de Zé Rico, Berenice Martins, informa que ainda aguarda um balanço detalhado de todos os bens do músico. Somente após o resultado desse balanço as obras começarão a ser tocadas: “Temos toda a intenção de construir um museu junto ao hotel, inclusive já temos o nome, chamará ‘José Rico”’, revelou.

Ainda de acordo com a assessoria de José Rico, o projeto gráfico do museu será finalizado nos próximos trinta dias. Vale lembrar que as obras do imóvel, localizado às margens da Rodovia Anhanguera, em Limeira (SP), estão paradas desde a morte do cantor, que há 24 anos trabalhava na construção de seu “castelo”.