Curso do Senar/MS aborda tratos culturais no cultivo da cana-soca

0
12

Você já ouviu falar em cana-soca? É a definição para a cana de açúcar que, após um ciclo de doze meses e depois do primeiro corte, brota da soqueira. Os tratos culturais do cultivo desta espécie estão no foco da capacitação gratuita com carga horária de 24h do Senar Mato Grosso do Sul. Este é o tema da editoria #EducaçãonoCampo (07).  

“A área do cultivo da cana-de-açúcar precisa de uma reposição de nutrientes a partir de adubação entre os vãos das linhas, para que haja um filtro maior de água das chuvas e absorção no solo”, explica o instrutor do Senar/MS, David Bambil. 

A eficiência na colheita também é um tema ensinado na capacitação. “A cana de boa qualidade é aquela que sofre menos contato com a máquina; é a planta que chega limpa na indústria. O manejo bem-feito pode garantir até oito cortes da planta seguidos, sem que seja necessária uma renovação do plantio”. 

Os alunos também aprendem sobre a operação e interpretação do painel da plataforma. “O operador tem que entender da máquina, usar a marcha correta e acertar na velocidade. Tudo isso irá otimizar a distribuição ideal de adubos”, ressalta. 
A próxima agenda deste curso será no município de Angélica, nos dias 15 e 16 de dezembro. 

Interessados nesta e outras capacitações devem procurar pelo sindicato rural do seu município ou acessar senarms.org.br

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul – Ellen Albuquerque