Denúncia leva polícia a encontrar araras com asas cortadas, macacos e jabutis mantidos em cativeiro em MS

0
75

Idoso de 78 anos foi multado e irá responder por crime ambiental. Ele disse que apenas cuidava de animais machucados.

Denúncia ao Ibama levou a Polícia Militar Ambiental (PMA) e o Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) a um ‘mini-zoológico’ ilegal que era mantido por um idoso de 78 anos e pela esposa, na chácara deles, na área urbana de Cassilândia, a 437 quilômetros de Campo Grande.

O dono da chácara disse aos policiais que recebia os bichos machucados, de pessoas da cidade, para que cuidasse. No entanto, a alegação dele não convenceu a equipe, que acredita que os bichos eram comercializados, pois havia até divulgação nas redes sociais.

Conforme a a PMA, o Ibama repassou a denúncia ao estado e na terça-feira (04) policiais e fiscais foram ao local indicado e lá encontraram sete araras, um casal de primatas da espécie macaco-prego, um periquito, um papagaio, uma pomba silvestre e 17 jabutis.

Arara com asa cortada — Foto: PMA/Divulgação

Arara com asa cortada — Foto: PMA/Divulgaçãohttps://dc746724abafa7ccafb200b91065b714.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Na quarta-feira (05), os policiais receberam nova denúncia, retornaram ao local e encontraram mais três quelônios, sendo dois deles tigres d’água americanos.

De acordo com a PMA, as araras estavam com as asas cortadas e soltas na chácara. Já os demais animais eram mantidos em cativeiro, não tinham origem legal e alguns foram capturados na natureza.

Bichos exóticos eram criados ilegalmente — Foto: PMA/Divulgação

Bichos exóticos eram criados ilegalmente — Foto: PMA/Divulgação

No local foi verificado que alguns bichos estavam em reprodução. Um exemplo são os jabutis, que dos 17, vários eram filhotes.

O idoso foi multado em R$ 66.,9 mil e irá responder por crime ambiental de manter em cativeiro fauna silvestre sem autorização ambiental, que tem pena prevista de seis meses a um ano de detenção. Os animais serão encaminhados ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), em Campo Grande.

Animais recolhidos 'lotaram' viatura da PMA — Foto: PMA/Divulgação

Animais recolhidos ‘lotaram’ viatura da PMA — Foto: PMA/Divulgação

G1MS