Deputado João Henrique notifica prefeituras para envio da lista de vacinados e convida deputados para uma CPI da vacinação

0
113

Mato Grosso do Sul aparece em lugar de destaque no mapa do Brasil quando o assunto é vacinação contra a Covid-19. Porém, não se pode dizer o mesmo quando falamos sobre transparência da lista das pessoas vacinadas. Diante deste quadro, o deputado estadual João Henrique (PL) enviou a cinco prefeituras do Estado notificação administrativa solicitando a lista atualizada dos imunizados para verificação de possíveis casos de fura-filas. E, na sessão plenária de hoje (15.06) na Assembleia Legislativa, convidou os deputados estaduais a se juntarem a ele numa CPI, que tem por finalidade investigar os repasses federal e estadual.

A título de amostragem, foram selecionados os municípios de Campo Grande, Dourados, Porto Murtinho, Três Lagoas e Corumbá, cujos prefeitos terão 10 (dez) dias, a partir da notificação, para enviar os dados solicitados.

“É como um novelo de lã, alguém precisa puxar o primeiro fio. Para uma CPI precisamos de um fato certo, determinado ou determinável, dessa forma nós temos como garantir dois pontos importantes: salvar vidas e salvar recursos desperdiçados ou desviados. Aqueles que quiserem se somar a mim eu agradeço, para começarmos a fazer um trabalho que fiscalize efetivamente a aplicação destes recursos”, explica.

A intenção do deputado João Henrique é promover a transparência total quando o assunto é vacinação, incentivando as prefeituras a divulgarem a lista. “Esta ação, necessária e legítima, permitirá a verificação de possíveis casos de pessoas que foram privilegiadas em passar à frente na imunização”.

No ultimo mês de abril, o deputado João Henrique apresentou na Assembleia Legislativa um projeto de lei que obrigava a divulgação dos nomes das pessoas imunizadas contra a Covid-19. “Nosso projeto exigia esta tão necessária transparência, mas foi rejeitado em plenário por 13 votos a 9. Como acreditamos que a transparência tem que ser máxima, porque salva vidas, estamos solicitando os dados estaduais via notificação”, diz João Henrique. Até hoje, Mato Grosso do Sul já alcançou mais de 1,3 milhão de pessoas imunizadas com a primeira e segunda doses em todo o Estado.