Homem suspeito de financiar assaltos em Araçatuba (SP) é preso

0
20

Acusado de fornecer R$ 600 mil para ataques às instituições bancárias no município é preso com a mulher e ajudante

Um homem apontado como financiador do assalto de Araçatuba, no interior de São Paulo, foi preso em Sorocaba, na madrugada desta quarta-feira (8), acusado de fornecer R$ 600 mil para os ataques às instituições bancárias. Paulo César Gabrir, de 33 anos, teria dado o valor em dinheiro para colaborar com o roubo que chocou moradores da cidade na segunda-feira (30). 

Pelo menos 20 homens armados assaltaram agências bancárias da cidade na semana passada. Após os ataques três pessoas foram mortas e outras cinco feridas. Agora, a polícia investiga se o assalto foi comandado por membros do PCC (Primeiro Comando da Capital) ou se apenas teve a participação de integrantes da organização criminosa. Até o momento, a polícia prendeu sete pessoas suspeitas de envolvimento no assalto.

Paulo César foi preso com a mulher, Michele Maria da Silva, e com um ajudante. A polícia recebeu informações de que ele levava uma vida de luxo em Sorocaba e de que possuía veículos de luxo, dois deles foram apreeendidos. Com a prisão, a polícia busca identificar outros membros do grupo que atacou Araçatuba.

Durante a revista na casa, a polícia levantou uma série de documentos que apontavam para movimentações financeiras envolvendo uma organização criminosa para outros estado. Gabrir seria o diretor financeiro que fez o aporte de R$ 600 mil para a quadrilha. 

No dia 2 de junho, a capital paulista também foi alvo dos criminosos. Dois ônibus foram incendiados e houve troca de tiros com a Polícia Militar, no Grajaú, extremo sul de São Paulo, no final da madrugada. Segundo a Polícia Militar, o intuito do grupo era criar uma barreira para assaltar caixas eletrônicos da região, mas a ação foi interceptada, e um suspeito acabou sendo baleado na perna e foi preso
Refém foi colocado no teto de carro pelos bandidos em Araçatuba
Em 30 de julho de 2020, a cidade de Botucatu, a cerca de 240 km de São Paulo, viveu terror parecido com o ocorrido em Araçatuba nesta segunda-feira. Um grupo de criminosos armados atacou pelo menos cinco agências bancárias durante a madrugada. Além das instituições, o grupo invadiu o Batalhão de Polícia Militar do município

FONTE: R7