Ministério convida concessionária de energia de MS para apresentar ações na ONU

0
18

A Energisa falou sobre universalização de energia e sustentabilidade em evento organizado pelas Nações Unidas

A concessionária de energia elétrica que atua em Mato Grosso do Sul e em outros 10 estados brasileiros foi convidada pelo MME (Ministério de Minas e Energia), para uma apresentação na Semana de Alto Nível da ONU (Organização das Nações Unidas).

O evento busca debater as ações e contribuições dos países para o cumprimento do sétimo ODS (Objetivo do Desenvolvimento Sustentável), que trata sobre haver “energia limpa e acessível para todos”.

O evento aconteceu na manhã de hoje (24), em formato online, com transmissão pelo site e pela TV da ONU. O material fica disponível para acesso posterior. O painel tratou sobre ações de universalização do serviço, acessibilidade e sustentabilidade dentro do programa Mais Luz para Amazônia.

Energisa – O grupo empresarial foi fundado há 116 anos e é um dos maiores do País. A companhia atua em Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Paraná, Rondônia e Acre. Em 2020, no ano da pandemia, teve receita líquida anual de R$ 18 bilhões.

O programa Mais Luz para a Amazônia promove o acesso à energia elétrica para a população brasileira localizada nas regiões remotas dos estados da Amazônia Legal, visando o desenvolvimento social e econômico dessas comunidades.

  • A concessionária de energia elétrica que atua em Mato Grosso do Sul e em outros 10 estados brasileiros foi convidada pelo MME (Ministério de Minas e Energia), para uma apresentação na Semana de Alto Nível da ONU (Organização das Nações Unidas).

O evento busca debater as ações e contribuições dos países para o cumprimento do sétimo ODS (Objetivo do Desenvolvimento Sustentável), que trata sobre haver “energia limpa e acessível para todos”.

O evento aconteceu na manhã de hoje (24), em formato online, com transmissão pelo site e pela TV da ONU. O material fica disponível para acesso posterior. O painel tratou sobre ações de universalização do serviço, acessibilidade e sustentabilidade dentro do programa Mais Luz para Amazônia.

Energisa – O grupo empresarial foi fundado há 116 anos e é um dos maiores do País. A companhia atua em Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Paraná, Rondônia e Acre. Em 2020, no ano da pandemia, teve receita líquida anual de R$ 18 bilhões.

O programa Mais Luz para a Amazônia promove o acesso à energia elétrica para a população brasileira localizada nas regiões remotas dos estados da Amazônia Legal, visando o desenvolvimento social e econômico dessas comunidades.

  • FONTE: CAMPO GRANDE NEWS