MS quase dobra número de internações por Covid-19 em 16 dias

0
61

O número hospitalizações saltou de 206, no dia 11 de novembro, para 406, nesta sexta-feira, dia 27.

O secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, reafirmou o preocupante avanço da Covid-19 em Mato Grosso do Sul. Citou que um período de 16 dias, entre 11 de novembro e esta sexta-feira, dia 27, o número de pessoas internadas em razão da doença praticamente dobrou (97%), saltando de 206 para 406.

Ele ressaltou que o mais alarmante nesse dado sobre a Covid-19 é que o estado tem “metade” dos leitos que tinha no período do auge da doença, entre julho e agosto.

Disse que isso ocorre por conta de vários leitos terem sido desabilitados e pela perda de profissionais para trabalharem nesses leitos, inclusive médicos. Comentou que muitos profissionais não querem voltar a linha de frente e outros passaram em processos seletivos e concursos para atuarem em outras localidades ou instituições.

Outros dados citados por Resende e que reforçam o “recrudescimento” da doença em Mato Grosso do Sul:

  • 2.193 amostras de testes em análise nos laboratórios.
  • 528 casos confirmados nesta quinta, com média móvel de 708 por dia, nos últimos 7 dias. O total de infectados chegou a 95.721.
  • Aumento da taxa de contágio para 0,99, quando ela já chegou a cair para 0,91 há algumas semanas

O secretário comentou que as 6 mortes confirmadas nesta quinta, indicam uma certa estabilidade no número de óbitos por Covid-19 no estado, que chegou ao total de 1.754, entretanto, ele alerta que nos próximos dias com o crescimento do número de casos e hospitalizações esse número deve aumentar.

Com esse quadro, o secretário de Saúde aponta que o estado vive neste momento uma situação similar a registrada durante a expansão da doença entre julho e agosto.

Ele defendeu em decorrência dessa situação que os municípios adotem medidas mais rígidas no enfrentamento da doença, como as sugeridas pelo programa Prosseguir, conforme as bandeiras de cada cidade.

FONTE: G1MS