No último bimestre letivo, alunos da rede estadual retornam 100% às salas em MS

0
18

Nesta segunda-feira (4) todos os alunos da REE (Rede Estadual de Ensino) retornam às salas de aulas em Mato Grosso do Sul. É o fim do ensino híbrido e remoto, e as salas de aula não terão mais a restrição na ocupação conforme a bandeira do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia).

A decisão foi tomada na última quarta-feira (29). O secretário adjunto da SED(Secretaria de Estado de Educação), Edio Antônio Resende de Castro, explica que a decisão da volta às aulas foi possível devido ao alto índice de cobertura vacinal entre adultos e adolescentes.

Agora, o trabalho será feito para ajudar os alunos a recuperar o ritmo nos estudos. “As perdas são grandes, talvez demore 10 anos para recuperar a perda desses 503 dias. Temos planos de retomada, recuperação para que possam estar no nível que deveriam estar”, disse o secretário adjunto.

E o distanciamento, como fica?

O secretário adjunto afirma que as salas de aula da rede estadual atendem, em média, entre 27 e 28 alunos. “Não vamos ter problema de distanciamento, vai ser cumprido”. As outras medidas de biossegurança também continuam, como disponibilidade de álcool em gel e medição da temperatura dos alunos na entrada das escolas.

Quem não comparecer, leva falta?

Com a volta das aulas presenciais, os alunos que não comparecerem às escolas ainda não levarão falta em um primeiro momento. Castro afirma que os educadores devem identificar o motivo da falta do estudante e atuar para ajudar no problema.

“Foi por que o pai não deixou vir? Foi por que está trabalhando para ajudar na renda? Eu peço que o gestor escolar entenda, que não coloque falta no primeiro momento”.

Midiamax