PMA de Cassilândia prende e autua em R$ 2,8 mil quatro infratores por pescar durante a piracema e apreende pescado e petrechos de pesca

0
33

As 26 Subunidades do Batalhão de Polícia Militar estão focando os trabalhos neste período que seria de carnaval nos rios sob suas circunscrições, em virtude desses últimos dias de pesca fechada para a proteção da piracema e já foram seis presos por pesca predatória nas últimas 24 horas no Estado.

Durante fiscalização fluvial no rio Aporé no município, Policiais Militares Ambientais de Cassilândia prenderam e autuaram quatro pescadores por pescar durante o período de defeso.

Os Policiais abordaram os pescadores ontem (26) no final da tarde, a 35 km da cidade de Cassilândia, quando praticavam pesca com uso de carretilhas com varas.

Eles pescavam há pouco tempo e tinham capturado apenas dois peixes da espécie tucunaré. O pescado e sete molinetes com varas pesca foram apreendidos.

Material apreendido.

Os Infratores, de 41, 49, 55 e 56 anos, residentes em Cassilândia, receberam foz de prisão e foram conduzidos, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil daquela cidade, onde foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca predatória.

A pena é de um a três anos de detenção e multa. Os infratores também foram autuados administrativamente e foram multados em um total de R$ R$ 2.840,00. Além desses presos, dois paraguaios foram presos por pesca predatória e caça de jacarés em Porto Murtinho.

Fonte: PMMS