PMA de Naviraí autua assentado em R$ 5,5 mil por exploração ilegal de madeira em área protegida durante trabalhos da operação Prolepse de prevenção aos incêndios

0
1

Policiais Militares Ambientais de Naviraí realizavam orientações sobre incêndios nos trabalhos informativos da operação Prolepse (operação permanente da PMA deflagrada em 22 de março de 2021), de prevenção e combate aos incêndios, com distribuição de “folders” e orientando os moradores rurais sobre os problemas dos incêndios e, durante os trabalhos no Assentamento Santo Antônio, no município de Itaquiraí, surpreenderam  infratores transportando madeira ilegal que era retirada na área de reserva legal coletiva do Assentamento (área protegida por Lei).

A equipe deteve um homem, proprietário de um lote no assentamento, que com outro infrator que empreendera fuga pela mata, quando transportavam em uma carroça com tração animal, madeira que tinham extraídos e beneficiado em formato de vigas de árvores que eles haviam derrubado na área protegida. No local foram verificadas diversas árvores derrubadas e, tanto a madeira que estava na reserva, como a que era transportada foram apreendidas.

O infrator (53), residente no assentamento, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 5.500,00, por exploração de madeira ilegalmente em área protegida por lei. Ele também responderá por crime ambiental, com pena prevista de um a três anos de reclusão.
FONTE: PMMS