PMA do Distrito de Águas do Miranda prende e autua dois paulistas em R$ 3,5 mil por captura e transporte de pescado acima da cota permitida e apreende 37 kg de pescado e veículo

0
191

 Dois pescadores paulistas, um de 66 anos, residente em São Paulo (SP) e outro de 44 anos, residente em Araras (SP), foram presos e autuados no município de Bonito, quando transportavam pescado de uma pescaria ilegal realizada no rio Miranda. Policiais Militares Ambientais do Grupamento do Distrito de Águas do Miranda (município de Bonito) os abordaram em um veículo Fiat Strada hoje (3) às 4h30, na rodovia MS 345, e na carroceria, foram encontrados em uma bolsa isotérmica, 12 exemplares de peixes nativos das espécies piavuçu, pacu, cachara e curimbatá, pesando 37 kg.

Os pescadores assumiram ter capturado os peixes no rio Miranda durante o feriado. Eles só poderiam capturar e abater somente um exemplar de peixe nativo daquelas espécies por pescador e, dessa forma, foi caracterizado o crime ambiental de pesca e transporte de peixes acima da conta permitida por lei. Foram apreendidos o pescado, o veículo e a bolsa onde estava o pescado.

Veículo apreendido.

Os infratores receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Bonito, juntamente com o material apreendido, onde eles foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória, por captura e abate de pescado acima da quantidade permitida. A pena é de um a três anos de detenção. Eles também foram autuados administrativamente e foram multados em R$ 1.740,00 cada um. O pescado será doado para instituições filantrópicas, depois de periciado.

FONTE: PM-MS