Polícia Militar Ambiental de Aquidauana prende em flagrante e autua em R$ 2,3 mil pescador utilizando petrecho ilegal do tipo tarrafa em cachoeira, onde a pesca é proibida

0
63

Campo Grande (MS) – Policiais Militares Ambientais de Aquidauana realizavam fiscalização no rio Aquidauana e prenderam hoje (28) à tarde, um pescador por pescar com petrecho proibido (tarrafa) e em local proibido. Os policiais avistaram o infrator praticando a pesca predatória, em um local denominado Cachoeira do Morcego (local proibido para a pesca), localizada no Distrito de Camisão, a 15 km da cidade, utilizando uma tarrafa (petrecho proibido).

O pescador já havia capturado um exemplar de pescado da espécie cachara, um da espécie piraputanga, dois da espécie pacu, dois da espécie jurupoca, dois de piavuçu e 15 exemplares da espécie pacu-peva, totalizando 17 kg de pescado e todos os peixes com visíveis sinais de malha. Além disso, ainda havia capturado pescado acima da cota permitida, visto que só poderia abater um único exemplar, conforme as espécies capturadas, o que também é crime. O pescado e a tarrafa foram apreendidos.

O infrator, auxiliar de serviços gerais (28), residente em uma fazenda próxima ao Distrito de Camisão, recebeu voz de prisão e foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, onde foi autuado em flagrante por crime ambiental de pesca predatória e saiu depois de pagar fiança. Ele também foi autuado administrativamente e multado em R$ 2.340,00. O pescado será doado para instituições filantrópicas, depois de periciado.

FONTE: PM MS