Polícia Militar Ambiental de Mundo Novo localiza e autua pecuarista depois que ele divulgou nas redes sociais foto como se fosse fazer aproveitamento de carne de tucano abatido

0
61

Campo Grande (MS) – A Polícia Militar Ambiental de Mundo Novo localizou e autuou um pecuarista por ter postado nas redes sociais um animal silvestre da espécie Ramphastos toco (tucano). O homem foi identificado depois de fazer a divulgação nas redes sociais de foto, onde ele aparecia com uma faca e a ave abatida pendurada por uma corda, como se fosse fazer o aproveitamento da carne do animal.

A PMA localizou ontem (29) o infrator, residente na cidade de Paranhos. Ele confirmou a autoria da foto e informou que havia atropelado o tucano e que a imagem foi divulgada com conotação política. De qualquer forma, mesmo se tivesse atropelado não poderia utilizar o subproduto, pois a Lei de Crimes Ambientais protege a fauna e todos os seus subprodutos. Tanto faz ser pego com o bico, ou com o tucano inteiro.

O infrator (66) responderá por crime ambiental, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção. A Polícia Militar Ambiental também autuou o pecuarista administrativamente e aplicou multa de R$ 500,00.

FONTE: PMMS