Preso por matar e enterrar esposa desaparecida tem passagens por violência doméstica contra outras mulheres

0
364

Após ser preso acusado pelo assassinato de sua esposa, Elisiane Ferreira da Silva Alves, 39 anos, encontrada morta e enterrada em uma fazenda na zona rural da cidade de Chapadão do Sul, a 330 quilômetros de Campo Grande, o marido José Edilson Ramo da Silva contou várias versões para o crime. 

Ele que já tem várias passagens por violência doméstica contra outras mulheres, chegou a dizer, na delegacia, que um homem conhecido por ‘Baianinho’ assassinou a pauladas Elisiane, o obrigando a enterrar o corpo. Mas, esta versão acabou desmentida pelo patrão do acusado. 

Segundo informações do site Jovem Sul News, os policiais descobriram que o carro do acusado, um Vectra de cor prata, havia sido visto sujo, o que não era comum e com o cárter amassado, o que indicava que ele havia estado em área rural.

No dia em que foi preso, ao ver os policiais, José saiu correndo da casa de um amigo. Ele foi detido quando tentava fugir da cidade. Questionado sobre Elisiane, ele mentiu dizendo que depois de sair para beber com ela, a mulher foi embora e não a viu mais. 

Na delegacia, ele acabou confessando que matou Elisiane. O autor chegou a ser detido pelo desaparecimento de Elisiane, mas acabou sendo solto. Ele ainda chegou a dizer que teria sido obrigado por outro homem a enterrar o corpo de Elisiane, que é natural do estado de Alagoas e estava na cidade há dois anos.