Adolescente de 12 anos morre ao manusear arma do avô

0
164

O caso aconteceu na noite de sábado (25). De acordo com a delegada, tudo indica que a arma, calibre 38, estava com registro vencido.

Um adolescente, de 12 anos, morreu com um tiro na cabeça, enquanto manuseava a arma do avô, na noite de sábado (25), no bairro Ouro Verde, em Campo Grande. O menino foi socorrido e levado para o Hospital Regional do município.

De acordo com a delegada Karen Viana Queiroz, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, o tio do adolescente relatou que arrombou a porta do quarto onde a vítima estava após ouvir um disparo.

“Tinha sinais de arrombamento na porta para indicar que a criança estava trancada, foi arrombada pelos familiares. Não se sabe onde a arma de fogo estava guardada e o adolescente não tinha costume de manusear, nem habilidade. Essa arma deveria estar em local baixo, de fácil acesso”, ressaltou Karen.

À reportagem, uma familiar , que não quis ser identificada, afirmou acreditar que o menino pode ter tentado tirar uma foto, ou gravar um vídeo, segurando a arma. Um celular foi encontrado próximo ao local onde ele caiu.

Para a polícia, essa possibilidade é quase nula. “Quando o tio entrou no quarto para socorrer a vítima, o celular estava sobre a cama, não é compatível com a criança estar filmando no momento que manuseou a arma de fogo. Tudo indica, ele estava sentado e houve o disparo, caiu pro lado direto”, avaliou a delegada.

Ainda segundo a delegada, tudo indica que a arma, calibre 38, estava com registro vencido. Ele ainda não compareceu à delegacia, mas deve prestar depoimento, nos próximos dias.

A polícia não descarta outras situações que podem ter resultado na morte do adolescente, o caso é investigado.

G1 MS