Contra variante ômicron, secretário faz apelo para população tomar reforço da vacina

0
54

Apenas 36.009 pessoas tomaram, de quinta-feira (09) até esta segunda-feira (13) a dose de reforço da vacina da Janssen contra a Covid-19 em Mato Grosso do Sul. A estimativa é que até o dia 25 todos os 237.261 sul-mato-grossenses maiores de 18 anos que receberam a primeira dose procurem as unidades de saúde nos 79 municípios do Estado para completarem seu ciclo vacinal.

Para tanto, o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, está fazendo um apelo para que os secretários municipais de saúde dos 79 municípios do Estado conclamem a população a reforçarem sua imunidade, a fim de que a variante ômicron seja combatida com intensidade e não encontre “terreno fértil” para se propagar em Mato Grosso do Sul.

Balanço feito pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) aponta que nos 13 municípios da região de fronteira do Brasil com a Bolívia e o Paraguai, desde o dia 9 até esta segunda-feira, foram aplicadas 12.227 unidades da vacina da Janssen. Nos demais 66 municípios, 23.782 pessoas receberam o reforço do imunizante, totalizando 36.009 doses.

Levando em consideração apenas este final de semana, na região de fronteira foram imunizadas 7.529 pessoas. Nas 66 cidades que não estão na faixa fronteiriça, receberam o reforço 9.108 sul-mato-grossenses, totalizando 16.637 doses aplicadas.

“O balanço que fazemos hoje sobre a segunda dose da vacina da Janssen em Mato Grosso do Sul mostra que estamos muito aquém do desejado. Aplicamos pouco mais do que 12 por cento do quantitativo recebido. Em muitos municípios a vacinação está muito lenta, e para nossa tristeza, há municípios que nem iniciaram ainda o processo de imunização com a segunda dose”, salienta o secretário Geraldo Resende.

Segundo ele, o Ministério da Saúde apresentou a Mato Grosso do Sul um desafio de que até o dia 25 de dezembro, toda a população que tomou a primeira dose da vacina da Janssen receba o reforço “a fim de evitarmos o recrudescimento da doença e novas mortes em Mato Grosso do Sul pela Covid-19”.

O secretário recomenda a todos os municípios a acelerarem o processo de imunização. “Usem os veículos de comunicação para chamar a nossa gente a se vacinarem. Precisamos dizer a cada cidadão de Mato Grosso do Sul que nós temos as vacinas, recebemos do Ministério da Saúde 200.200 doses no primeiro carregamento e estamos recebendo ainda hoje (segunda-feira) as 37 mil doses restantes. “Vacina boa é no braço, não na geladeira”, conclui o secretário.

Fonte: Ricardo Minella, SES