Costa Rica confirma variante P1 do coronavírus, cepa mais transmissível e grave da doença

0
135
Coronavirus virus outbreak and coronaviruses influenza background as dangerous flu strain cases as a pandemic medical health risk concept with disease cells as a 3D render

Com o passar do tempo na pandemia, novas variantes do coronavírus surgem. O Brasil já confirmou algumas delas, inclusive originadas no país. Assim, Costa Rica acabou de confirmar pelo menos dois casos da variante P1. A cepa é considerada mais transmissível e com maior chances de agravamento dos casos.

A confirmação foi realizada por estudo da Secretaria de Estado de Saúde (SES), divulgada por meio de boletim. Assim, das variantes analisadas, Costa Rica marcou dois casos da P1.

Esta variante é de “linhagem brasileira surgiu em Manaus, variante descendente da linhagem B.1.1.28. Variante de preocupação, indicada por algumas pesquisas como altamente transmissível e maior potencial de gravidade”, aponta a SES.

A enfermeira responsável pela Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Fundação Hospitalar de Costa Rica, Helizandra Garcia Barcelos Cardoso, destaca que os cuidados contra a doença ainda são os mesmos. “Porém hoje o que muda são as variantes da doença. As variantes  P1 e P2 são mais agressivas, e os pacientes se agravam mais rápidos”, esclarece.

Na Fundação, ela comenta que já é perceptível o agravamento causado pelas novas variantes. “Já temos um tempo que percebemos que a evolução clínica dos nosso pacientes estavam mais agressivas, porém essa pesquisa só confirmou nossas suspeitas”, disse.

Então, para se proteger do coronavírus, como a enfermeira já disse, é necessário manter todas as medidas de biossegurança. Lave as mãos frequentemente, use máscaras ao sair de casa, evite aglomerações, saia apenas se necessário, fique distante pelo menos um metro e meio de outras pessoas nos ambientes e evite ambientes fechados e sem circulação de ar. Lembrando que as medidas valem para todos, inclusive os já vacinados contra a Covid-19.

Confira outras cidades que já confirmaram variantes e quais são as que circulam pelo estado: