Cpar-UFMS conta agora com assistente social em seu quadro

0
41

Em solenidade realizada em fevereiro cinco técnicos-administrativos foram empossados na UFMS. Entre eles está a assistente social Cintia Fernanda de Almeida Cano que atuará no Campus de Paranaíba.

Na cerimônia realizada virtualmente a vice-reitora destacou que agora todos os campus da UFMS contam com assistentes sociais. “O de Paranaíba era o único que ainda não tinha esse profissional para fortalecer a rede de atendimento, de apoio e cuidado. A nossa missão é transformar vidas e contamos com esses novos servidores para isso”, disse Camila Ítavo.

A diretora do Campus de Paranaíba, Andreia Cristina Ribeiro, esteve presente na solenidade e agradeceu os esforços da instituição para completar o quadro de servidores do campus. “Ficamos muito felizes, e agradecemos a Camila e o Turine, que sabendo ser a assistência social uma demanda, não mediram esforços para trazer esse código de vaga. Não poderia fechar melhor o meu ciclo na direção recebendo essa servidora”.

Cíntia Fernanda é Bacharela em Serviço Social pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE) e lembra que o papel de uma assistente social está para além de trabalhar nos processos relacionados aos auxílios financeiros. “Os alunos costumam achar que a assistência estudantil está ligada a auxílios financeiros, mas na verdade vai além disso, e qualquer estudante pode me procurar para receber orientações sobre assuntos relacionados assistência estudantil”, diz ela.

“Os acadêmicos e acadêmicas, ao ingressarem no ensino superior, em sua maioria, estão na fase da juventude, que é o momento em que conflitos internos e externos emergem. Nesse momento também precisam tomar diversas decisões que envolvem o seu futuro e são tomadas pela impulsividade. Soma-se a isso as novidades e dificuldades do meio universitário, que potencializa as angustias, emoções, ansiedade, etc. Por isso é importante que os estudantes se sintam amparados pela Assistência Estudantil”, complementa Cíntia.

Cíntia explica que “a Assistência Social é um direito de todos independente de renda, as ações financeiras são importantes, mas não dão conta de sanar todos os aspectos acadêmicos e institucionais”. Por isso, para a servidora, é fundamental aliar apoio pedagógico, assistência à saúde, inclusão digital, cultura, esporte, assim como todas as outras ações que a complementam, como os auxílios financeiros. E é nessa perspectiva que a nova assistente social do campus pretende atuar.

FONTE: CPAR-UFMS