Herança pode ter motivado a morte de mulher que teve corpo desovado em córrego de MS

0
413
(Foto: Jardim MS news)

O suspeito foi flagrado com o aparelho celular da vítima

O assassino de Aparecida dos Santos Pinto, foi preso no último sábado (21), na cidade de Guia Lopes da Laguna, distante 232 quilômetros de Campo Grande. A vítima foi morta a facadas no dia 13 de janeiro, em Bela Vista.

Segundo a Polícia Civil, Aparecida desapareceu no dia 13. Quando seu companheiro chegou do trabalho, no final da tarde sentiu a falta da esposa e acionou a polícia. O corpo da vítima foi encontrado no dia seguinte, em uma encosta de um córrego.

Além de matar a vítima, o suspeito roubou o aparelho de celular da mulher. Após uma semana de diligências os policiais encontraram o suposto autor com o celular de Aparecida. Ele confessou o crime e disse que matou a mulher para receber uma suposta herança.

O assassino revelou que também ficou irritado após a vítima cobrar uma dívida. Com uma faca, o homem desferiu vários golpes contra o peito de Aparecida. Quando a mulher tentou fugir, foi atingida por facadas nas costas.

Depois de cometer o homicídio, o indiciado arrastou o corpo da vítima por cerca de 100 metros até um córrego próximo, limpado a casa onde o crime ocorreu e fugiu em seguida.

Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão, foi localizado o celular de Aparecida, bem como a faca utilizada no crime, que estava em cima da geladeira da casa do homem. O indiciado permanecerá preso e as investigações continuam até a conclusão do inquérito policial.

Fonte: Midiamax