Homem cava buraco ao lado de cão ferido e vizinhos acionam polícia em MS: ‘Medo do dono enterrar ele vivo’

0
190

Delegado diz que equipe chegou no local e constatou que o suspeito mantinha dois cães amarrados na calçada, sendo que, ao cavar buraco, vizinhos ficaram com medo e acionaram a polícia.

Um homem, de 58 anos, foi preso em flagrante por maus-tratos a animais e passa por audiência de custódia nesta quarta-feira (12). Os policiais foram até a casa dele, na rua Coronel Adauto Barbosa, bairro Santa Emília, em Campo Grande, após denúncia de vizinhos, que o viram cavando um buraco na calçada em frente à casa dele e, temendo que ele fosse enterrar o animal vivo, pediram socorro.

“Os vizinhos, temendo que o cão fosse enterrado vivo, nos acionaram. A equipe da Decat [Delegacia Especializada em Repressão à Crimes Ambientais e Atendimento ao Turista] chegou lá ontem, por volta das 13h (de MS). O suspeito mantinha dois cachorros amarrados em uma calçada na frente da casa, sem qualquer espécie de abrigo, proteção e assistência a estes animais”, afirmou ao G1 o delegado Maércio Barboza.

Local onde a polícia flagrou cães em situação de penúria em MS — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Segundo Barbosa, os cães estavam com a saúde muito debilitada e um deles, logo após ser solto pelos moradores da região, foi até a casa de uma vizinha e morreu. “O cão faleceu antes da chegada da polícia, nos fundos de um imóvel. O outro foi resgatado e encaminhado para uma ONG [Organização Não Governamental], onde está disponível para adoção”, comentou.

Segundo o delegado, o homem, que não tinha antecedentes criminais, deve responder pelo crime de maus-tratos, com o agravante da morte de um deles. A pena para o crime pode chegar a cinco anos de prisão.

Polícia diz que cães estavam extremamente debilitados em MS — Foto: Polícia Civil/Divulgação