Incêndio destrói quase metade de reserva natural entre MS e SP e combate ao fogo entra na ‘fase final’

0
56

O combate ao incêndio na Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Cisalpina, que fica no município de Brasilândia, na divisa entre os estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo, entra nesta terça-feira (24), na “fase final”, segundo informações do Corpo de Bombeiros. As chamas já destruíram quase metade da reserva: 10 mil dos 23 mil hectares viraram cinzas.

Este último foco de fogo está concentrado na parte Norte da reserva, em ponto que pertence à Companhia Energética do Estado de São Paulo (Cesp), que colabora com os trabalhos fornecendo maquinários e brigadistas.

Conforme os bombeiros, após a extinção deste último foco, será feito rescaldo e monitoramento, para que o incêndio não volte.

O incêndio começou na terça-feira (17) e atingiu uma extensa área da reserva, que fica nas proximidades do lago da Usina Sérgio Motta, no rio Paraná.

De acordo com a Cesp, embora tenham sido construídos e mantidos diversos aceiros, a forte ventania e tempo extremamente seco contribuíram para a propagação das chamas. A Cesp informou ainda que realiza diversas ações preventivas a incêndio durante o ano.

G1MS