MEC lança plataforma universitária de conteúdo audiovisual

0
11

O Eduplay, plataforma universitária de conteúdo audiovisual, foi lançado nesta segunda-feira, 7, pelo Ministério da Educação (MEC) e Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). A ferramenta permite acesso gratuito a videoaulas, podcasts, transmissões, programas de televisão e canais. “O novo serviço permite acesso aos conteúdos exclusivos relacionados ao ensino, pesquisa e extensão direcionados ao ensino superior do Brasil”, disse o ministro da Educação, Milton Ribeiro, durante a solenidade de lançamento, transmitida pelo canal do MEC no YouTube.

O ministro destacou ainda que por meio do Eduplay as instituições de ensino autorizadas poderão publicar e armazenar conteúdos audiovisuais para o público com segurança e facilidade. “O acesso à ferramenta é livre e os usuários poderão visualizar o material a qualquer hora e em qualquer lugar”. Outro detalhe ressaltado pelo ministro é de que a ferramenta foi modelada no Brasil para atender as necessidades do Ensino Superior. “ O serviço possui tecnologia de transmissão adaptativa, na qual é possível alcançar alunos com baixa qualidade na conexão à internet, o que contribui para melhor atender estudantes, professores e pesquisadores que usam a tecnologia para estudo e trabalho”, explicou.

Outro benefício é a ausência de propaganda, assim o usuário terá 100% do tempo voltado ao conteúdo, a segurança do conteúdo postado também é um diferencial e a possibilidade de realização de aulas ao vivo. “Essa plataforma traz a conectividade e troca de informações que são conceitos já incorporados no dia a dia, possibilitando às universidades e institutos fazerem a troca de vídeos, aulas síncronas e assíncronas”, detalhou o secretário Executivo do MEC, Victor Godoy, lembrando que a ferramenta já está disponível no endereço eduplay.rnp.br. Ele falou sobre o ânimo em continuar desenvolvendo alternativas para democratizar ainda mais o serviço, para que haja geração de legenda e tradução em Libras automaticamente.

Para o secretário de Educação Superior do MEC, Wagner Vilas Boas, a expectativa é que o Eduplay se torne a maior plataforma de conteúdo audiovisual do ensino superior do País. “Estamos materializando conhecimento adquirido por anos”, disse. O diretor-geral da RNP, Nelson Simões, falou sobre a importância de antecipar, antever e testar as tecnologias e aplicações que estão no futuro do aprendizado. “ Isso se faz com pesquisa e inovação, o que está pela frente são experiências muito mais imersivas, muito mais sensoriais e nós temos certeza que essas experiências de uso de mídias digitais vão nos permitir enormes oportunidades na educação”.

Após o lançamento, o subsecretário substituto da Tecnologia da Informação e Comunicação do MEC, Delson Pereira; o diretor de Desenvolvimento da Rede de Instituições Federais de Educação Superior do MEC, Eduardo Salgado; o presidente da Associação Universidade em Rede, Alexandre dos Anjos; e o gerente de Serviços da RNP e responsável pelo Eduplay, Marcelino Cunha, falaram sobre as expectativas e benefícios da plataforma.

“Queremos avançar na estratégia de sinergia, conectados com importantes projetos do MEC como o certificado digital da educação e a expansão da rede da comunicação federada”, disse Delson Pereira. Já Eduardo Salgado falou sobre a importância de potencializar o ecossistema da inovação. “As universidades não pararam na pandemia e o Eduplay é mais uma forma de contribuir para o ensino”.

Na sequência, Alexandre do Anjos falou sobre a experiência do Brasil na Educação a Distância, desde a década de 90 até dos dias atuais e por fim, Marcelino Cunha detalhou as funcionalidades do Eduplay, reforçando o quanto ele é democrático e adaptativo no que se refere à qualidade da conexão.

MEC