MS quer chegar a 80% da população imunizada pelo menos com primeira dose ou dose única contra a Covid-19 até o fim de agosto

0
71

Segundo o Vacinometro do governo do estado, até está segunda-feira haviam sido aplicadas em Mato Grosso do Sul, 2.122.784 doses de imunizantes contra a Covid-19.

Mato Grosso do Sul quer chegar ao fim de agosto com pelo menos 80% de sua população tendo recebido a primeira dose ou dose única da vacina contra a Covid-19. O objetivo foi revelado nesta segunda-feira (19), pelo secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, ao falar sobre o avanço da imunização contra a doença no estado.

Segundo o Vacinometro do governo do estado, até está segunda-feira haviam sido aplicadas em Mato Grosso do Sul, 2.122.784 doses de imunizantes contra a Covid-19. Foram:

  • 1.309.615 em primeira dose (46,61% da população do estado)
  • 592.917 em segunda dose (21,10%)
  • 220.252 em dose única (7,83%)

O secretário estadual de Saúde comentou que se mantida a chegada regular de novas remessas de vacinas o estado deve ser o primeiro, ou um dos primeiros estados do país a ter a chamada imunidade coletiva ou de rebanho contra a doença.

Sobre os números da pandemia nesta segunda, comentou que o número de casos novos, 339, apesar de terem sido registrados no fim de semana, quando os dados não representam totalmente a realidade por conta das folgas das equipes de saúde dos municípios, é equivalente a quase um terço da quantidade que vinha sendo contabilizada há cinco ou seis semanas.

Resende disse que da mesma forma, acontece com o número de mortes confirmadas por Covid, 13 nesta segunda.

Avaliou que esses dados indicam que Mato Grosso do Sul está conseguindo conter a expansão da doença, mas lembrou que não se pode relaxar no enfrentamento, já que outros estados e países que vivenciaram também retrações, estão voltando a enfrentar um novo crescimento de casos.

Citou que o vírus que causa a doença sofreu várias mutações e que é preciso monitoramento constante da situação para evitar surpresas.

G1MS