Pesquisa coloca deputado João Henrique entre os mais votados

0
147

Faltando nove dias para a eleições 2022, o deputado estadual e candidato à reeleição João Henrique (PL) só cresce nas pesquisas, fato ontem comprovado na divulgação feita pelo Instituto Ranking Brasil. Pelas projeções, o deputado, que enviou mais de R$ 3 milhões em emendas para Paranaíba em quase 4 anos de mandato, deve conquistar uma das 24 cadeiras do legislativo de Mato Grosso do Sul.

Nesta décima pesquisa, os números mostram o deputado João Henrique entre os 15 mais votados no Estado e, na pesquisa por partido – deputado concorre pelo Partido Liberal (PL) – ele está tecnicamente empatado com o primeiro colocado.

“Eu recebo estes dados com muita alegria mas não com o sentimento de que está tudo ganho. Continuarei nesta minha batalha diária de mostrar ao paranaibense o quanto cumpri o compromisso feito lá atrás, de colaborar efetivamente no desenvolvimento da cidade. Quero que esta mensagem chegue a cada um, portanto, aqui estarei, dia após dia, conversando com a população, mostrando a importância de ter um representante à altura no legislativo de MS”, explica o candidato, que é neto do ex-governador Marcelo Miranda.

Setores como saúde, causa animal, segurança, educação, entre outros foram largamente beneficiados pelas emendas direcionadas pelo deputado João Henrique a Paranaíba.  A Santa Casa de Misericórdia, por exemplo, teve a lavanderia completamente reformada; a cidade conta, agora, com uma ambulância neonatal totalmente equipada; também foi destinada verba para aquisição de castramóvel, pensando no bem-estar animal; o Conselho de Segurança, com a verba recebida, pode investir no setor. “Ainda temos muito o que fazer por Paranaíba, terra que eu amo, onde vivi e vivo momentos incríveis junto a amigos, familiares. Tenho muitos planos para esta minha cidade do coração”.

Foram entrevistadas 3.000 pessoas, em 30 municípios do Mato Grosso do Sul por setores censitários IBGE de 2010, entre os dias 17 e 21 de setembro de 2022.  A pesquisa foi executada e registrada com os números: MS-01137/2022 e BR-03620/2022.

A margem de erro máxima estimada é de 1,8 pontos percentuais, para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. A pesquisa foi encomendada pelo site MGS NEWS. O Instituto Ranking Brasil é registrado no Conre 1 com o número: 8561.