Puccinelli lidera corrida ao governo de MS, Trad e Riedel aparecem empatados em 2º

0
72

A pesquisa do Instituto Ranking Brasil para governador (a) de Mato Grosso do Sul divulgada nesta terça-feira (30) aponta algumas diferenças em relação à última abordagem publicada. Foram entrevistados 3 mil eleitores, em 30 municípios do Estado, entre os dias 24 e 29 de agosto de 2022.

O candidato André Puccinelli (MDB) segue na liderança com 16,30% das intenções de votos. Diferença de apenas 0,20% em relação à pesquisa divulgada em 13 de agosto.

Já Marquinhos Trad do PSD e Rose Modesto (UB) tiveram uma pequena queda. Anteriormente, o ex-prefeito da Capital pontuava 14,20% das intenções dos eleitores. Agora, ele está com 13,40%. Já a candidata do União Brasil marcava 11% e agora está com 10,20%.

Eduardo Riedel (PSDB) apresenta crescimento, assim como Capitão Contar (PRTB). O candidato do PSDB pontuou 13% das intenções dos votos e contar 6,00%. Uma diferença de 0.60 e 0.80 pontos percentuais para mais, respectivamente.

Com o início do horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão, o tabuleiro político tende a mudar ainda mais. Afinal, eles vão ter mais tempo possa mostrar melhor suas ideias e sair na frente. O tempo que cada partido, coligação ou federação têm é um reflexo de quantas cadeiras possuem na Câmara dos Deputados (que abriga 513 deputados federais).

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), só têm direito ao horário eleitoral os que “obtiverem, nas eleições para a Câmara dos Deputados, no mínimo, 3% dos votos válidos, distribuídos em pelo menos um terço das unidades da Federação, com um mínimo de 2% dos votos válidos em cada uma delas; ou tiverem elegido pelo menos 15 deputados federais em pelo menos um terço das unidades da Federação”.

Sendo assim Eduardo Riedel (PSDB) terá 3’40’’, Rose Modesto (União Brasil) 2’02’’, Giselle Marques (PT) 1’23’’, Marquinhos Trad (PSD) 1’13’’, André Puccinelli (MDB) 58’’36, Adonis Marcos (Psol) 19’’40, Capitão Contar (PRTB) 15’’08 e Magno Souza (PCO) 07’’50.

Espontânea

Quando as opções de nomes dos candidatos ao Governo do Estado de Mato Grosso do Sul não são apresentadas aos eleitores.

  • André Puccinelli (MDB) – 16,1%
  • Marquinhos Trad (PSD) – 13,40%
  • Eduardo Riedel (PSDB) – 13,00%
  • Rose Modesto (UB) – 10,20%
  • Capitão Contar (PRTB) – 6,00%
  • Giselle Marques (PT) – 1,00%
  • Adônis Marcos (PSOL) – 0,10%
  • Outros – 0,20%
  • Branco/Nulo/Indeciso/Não sabe/Não respondeu – 40,00%

Estimulada

Quando as opções de nomes dos candidatos ao Governo do Estado de Mato Grosso do Sul são apresentadas aos eleitores

  • André Puccinelli (MDB) – 23,00%
  • Marquinhos Trad (PSD) – 17,70%
  • Eduardo Riedel (PSDB) – 17,50%
  • Rose Modesto (UB) – 13,10%
  • Capitão Contar (PRTB) – 9,20%
  • Giselle Marques (PT) – 2,00%
  • Adônis Marcos (PSOL) – 0,20%
  • Magno Souza – 0,10%
  • Branco/Nulo/Indeciso/Não sabe/Não respondeu – 17,20%

Estimulada / Votos Válidos

Quando as opções de nomes dos candidatos ao Governo do Estado de Mato Grosso do Sul são apresentadas aos eleitores e são desconsiderados os votos brancos, nulos, indecisos, não sabem ou não responderam. * É assim que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulga os resultados

  • André Puccinelli (MDB) – 27,80%
  • Marquinhos Trad (PSD) – 21,40%
  • Eduardo Riedel (PSDB) – 21,10%
  • Rose Modesto (UB) – 15,80%
  • Capitão Contar (PRTB) – 11,10%
  • Giselle Marques (PT) – 2,44%
  • Adônis Marcos (PSOL) – 0,24%
  • Magno Souza – 0,12%

Rejeição Estimulada

A consulta também mediu a rejeição dos candidatos com os nomes sendo apresentados aos eleitores:

  • André Puccinelli (MDB) – 19,50%
  • Marquinhos Trad (PSD) – 18,30%
  • Capitão Contar (PRTB) –  12,20%
  • Giselle Marques (PT) – 8,70%
  • Rose Modesto (UB) – 5,90%
  • Eduardo Riedel (PSDB) – 5,00%
  • Magno Souza – 1,50%
  • Adônis Marcos (PSOL) – 1,10%
  • Branco/Nulo/Indeciso/Não sabe/Não respondeu – 27,80%

Dados da pesquisa

A pesquisa é do tipo quantitativa, por amostragem, com aplicação de questionário estruturado em entrevistas com abordagem pessoal em ponto de fluxo populacional e domiciliar. Significa que todos tiveram a mesma chance de serem sorteados para responderem ao questionário.

A amostra foi realizada de acordo com os dados populacionais disponibilizados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) referentes ao Censo 2010 e TSE/TRE-MS 31/07/2022.

A pesquisa foi executada e registrada com os números: MS-08328/2022 e BR-09736/2022. A margem de erro máxima estimada é de 1,8 pontos percentuais, para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. A pesquisa foi encomendada pelo site MGS NEWS. O Instituto Ranking Brasil é registrado no Conre 1 com o número: 8561.

Veja a pesquisa completa em PDF no site:

www.rankingpesquisa.com.br

INSTITUTO RANKING BRASIL

Contato: (67) 9 99680055/67 999623334

E-mail: rankingpesquisa@gmail.com