33.1 C
Paranaíba
segunda-feira, 24 junho, 24
spot_img
spot_img
spot_img
InícioAO VIVO: Tribuna LivreAudiência pública vai debater oferta de cursos do IFMS em Paranaíba

Audiência pública vai debater oferta de cursos do IFMS em Paranaíba

Com investimento inicial de R$ 25 milhões, novo campus deverá injetar R$ 5 milhões por ano na economia local

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) realiza na próxima terça-feira, 11, uma audiência pública para debater a oferta de cursos no Campus Paranaíba, um dos novos campi anunciados pelo Governo Federal como parte do Novo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

O evento será realizado das 17h às 22 horas, na sede da Associação Industrial e Comercial de Paranaíba (Rua Barão do Rio Branco, 725-825, Centro).

 A audiência pública é aberta a autoridades locais, representantes da sociedade civil organizada e à comunidade em geral.

A reitora do IFMS, Elaine Cassiano, ressalta a importância da participação social neste momento do processo de implantação do novo campus da instituição.

“A audiência pública é a oportunidade de ouvirmos a comunidade local sobre o que ela espera do Instituto Federal. Faremos esse debate de forma transparente e democrática, de modo que a instituição atenda aos arranjos produtivos locais e promova o desenvolvimento da região por meio da educação profissional e tecnológica gratuita e de qualidade”, destaca.

O objetivo da audiência é apresentar o IFMS à população e debater, junto aos participantes, a proposta dos cursos que serão ofertados em Paranaíba, alinhada aos eixos tecnológicos previamente definidos por estudos técnicos. Durante o evento, serão coletadas contribuições da comunidade para subsidiar a escolha.

Estudos técnicos realizados pela Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional (Prodi) apontam que, para atender aos arranjos produtivos locais, os cursos deverão fazer parte dos seguintes eixos tecnológicos: Recursos Naturais; Gestão e Negócios; e Informação e Comunicação.

Segundo a Prodi, ‘um eixo tecnológico é uma área de conhecimento e atuação profissional que agrupa cursos e programas educacionais com características e objetivos comuns. Ele orienta a estruturação dos cursos técnicos e tecnológicos, organizando-os de acordo com suas competências e habilidades específicas’.

Entenda quais cursos poderão ser ofertados em Paranaíba de acordo com os eixos tecnológicos previstos:
Recursos Naturais: inclui cursos voltados para o manejo sustentável dos recursos naturais, como técnico em Agropecuária, em Agricultura e em Meio Ambiente.
Gestão e Negócios: prevê cursos como técnico em Administração, em Logística e em Recursos Humanos.
Informação e Comunicação: agrupa cursos focados em Tecnologias da Informação e Comunicação, como técnico em Informática, em Redes de Computadores, em Computação Gráfica e em Jogos Digitais.
Os apontamentos feitos na audiência pública serão encaminhados à comissão responsável pela implantação do novo campus, para que seja formulada a proposta de oferta dos cursos que, posteriormente, será submetida ao Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Coepe) para análise e recomendação, e ao Conselho Superior (Cosup) para aprovação.

Quadro Aniversariante do Dia – Programa Show da Manhã – Alex Queiroz

Investimentos – O Governo Federal destinará R$ 25 milhões para a implantação do Campus Paranaíba, dos quais R$ 15 milhões deverão ser aplicados no primeiro ano de construção da sede definitiva – obra que poderá durar entre 24 e 36 meses -, e R$ 10 milhões serão investidos em mobiliário e equipamentos.

Para a conclusão da obra, no prazo máximo de três anos, deverão ser investidos pelo menos mais R$ 20 milhões. A reitora do IFMS destaca o retorno que a soma desses investimentos deverá trazer ao município e região.

“Além de formar profissionais qualificados para atuar em diferentes áreas, trabalharemos para atender às necessidades do setor produtivo de Paranaíba e municípios vizinhos por meio do tripé ensino, pesquisa e extensão. A Prefeitura Municipal fez a parte dela, ao sinalizar a intenção de doar a área para a construção da sede definitiva do IFMS. Os investimentos que serão feitos daqui em diante irão gerar emprego, renda e desenvolvimento local, regional e nacional”, pontua Elaine.

Ao final de cinco anos do processo de implantação, quando o Campus Paranaíba estiver com o quadro de servidores formado – a previsão é que sejam nomeados 70 docentes e 60 técnicos-administrativos em educação -, a expectativa é que a presença da instituição no município injete, anualmente, R$ 5 milhões na economia local.

Para o presidente da comissão responsável pela implantação do Campus Paranaíba, professor Genivaldo Schlik, a ida do Instituto Federal para o município impactará a economia local em diversos aspectos.

“Além de todo o investimento previsto para a estruturação do próprio campus, a chegada de 130 servidores e também de muitos estudantes, oriundos de outras cidades e estados, injetará recursos na economia local, com arrecadação de aluguéis, no comércio de bens e serviços, entre outros estímulos à economia local”, ressalta.

Para o docente, uma estrutura como a do Instituto Federal deverá ainda atrair empresas para o município, uma vez que ali será formada mão de obra qualificada. “Isso é um atrativo muito importante e que deve ser levado em consideração, pois o município tem recebido empresas, mas ainda há o gargalo na formação de profissionais”, explica.

Implantação – No início de abril, o IFMS encaminhou ao Ministério da Educação (MEC) a documentação enviada pela Prefeitura de Paranaíba, na qual o município demonstra a intenção de doar uma área de 50 mil m² para a construção da sede definitiva da instituição, com acesso às redes de água, energia, internet e telefonia, além de uma quadra poliesportiva coberta. A área fica na Vila Santo Antônio, às margens da BR-158.

O próximo passo, segundo a Prodi, é a Prefeitura Municipal enviar a escritura do imóvel ao Ministério da Educação, o que poderá agilizar o repasse dos recursos para que sejam realizadas, ainda neste ano, a licitação da obra e aquisição de mobiliário e equipamentos. 

Entretanto, mesmo antes da construção da sede definitiva, o IFMS prevê começar as atividades em Paranaíba em sede provisória, já no segundo semestre letivo. Inicialmente serão ofertados cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), voltados à qualificação profissional.

A previsão é que, a partir de 2025, seja iniciada a oferta dos cursos técnicos presenciais no município.

Aula inaugural – Nesta sexta-feira, 7, está prevista a realização da aula inaugural dos cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) em Assistente Administrativo e Operador de Computador no polo de educação a distância do IFMS em Paranaíba.

A aula será proferida pela reitora Elaine Cassiano, onde ela deverá destacar a atuação da instituição e o processo de implantação do Campus Paranaíba. A aula terá início às 18h30, no auditório da FIPAR (Faculdades Integradas de Paranaíba), na Rua Maclino Queiroz, 270.

IFMS

Principais Notícias

Restaurante Pelourinho – Alex Queiroz
- Publicidade -spot_img

MAIS LIDOS