24.7 C
Paranaíba
domingo, 10 dezembro, 23
spot_img
InícioDestaquesCrianças trancadas em quarto por 12 horas comiam ração de cachorro em...

Crianças trancadas em quarto por 12 horas comiam ração de cachorro em MS

Crianças só se alimentavam na escola e na casa da babá; pais estão presos.

As duas crianças, de 4 e 8 anos, mantidas em cárcere privado pelos pais em um apartamento, em Campo Grande, contaram em depoimento especial que comiam ração de cachorro em casa. Os pais foram presos na manhã desta sexta-feira (28), e levados para a DEPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente).

Em depoimento, as crianças contaram que só se alimentavam na escola ou na casa da babá, e que quando estavam no apartamento só comiam ração de cachorro. Os irmãos estavam bem magros. De acordo com informações passadas para o Jornal Midiamax, as crianças ficavam cerca de 12 horas trancadas no quarto.

Uma vizinha disse que os irmãos eram trancados por volta das 19 horas e só saiam na manhã seguinte quando os pais acordavam. Ela falou que do apartamento dela conseguia ver o quarto das crianças e que no cômodo, os pais deixavam um penico. Segundo a testemunha, os meninos começavam a gritar cedo para que abrissem a porta para eles, que só tinha trinco para o lado de fora, impossibilitando que eles abrissem a porta.

No apartamento, tinha um cachorro extremamente debilitado e doente. Por todos os cômodos havia fezes, urina de animais e roupas espalhadas. Na cozinha tinha cerca de 20 sacos de lixo amontoados, e em cima do fogão panelas com muitas moscas. 

Para os agentes, a mãe das crianças contou que a porta estava, apenas, encostada para que os filhos não mexessem em algo que não podiam. O Conselho Tutelar foi acionado e as crianças serão retiradas da casa e encaminhadas para familiares ou um abrigo, caso nenhum parente seja localizado.

A denúncia

Informações são de que a guarda metropolitana municipal recebeu uma denúncia, por volta das 7 horas da manhã desta sexta-feira (29), de que dois irmãos eram mantidos trancados dentro de um quarto do apartamento, onde só havia um penico para que fizessem as necessidades. As crianças eram colocadas no quarto todos os dias e só eram liberadas no dia seguinte quando os pais acordavam.

As crianças não eram alimentadas e recebiam comida da vizinha. Quando os agentes chegaram a casa, encontraram os pais no apartamento, sendo ouvidos gritos das crianças. A mãe relatou que a porta estava, apenas, encostada para precaução. 

Pelo apartamento, os guardas encontraram muita sujeira, fezes e urina de animais por todo o lado, além de sacos amontoados na cozinha, roupas no chão e panelas abertas em cima do fogão. No local havia dois cachorros. Os pais foram levados para a delegacia junto das crianças. 

Crianças eram mantidas em cárcere por pais (Fala Povo, Jornal Midiamax)

Fonte: Midiamax

Principais notícias

- Publicidade -spot_img

MAIS LIDOS