Paises ocidentais prometem defender as ameaças contra Ucrânia, inclusive o Brasil

0
20
Paises ocidentais prometem defender as ameaças contra Ucrânia, inclusive o Brasil

Um dia após o anuncio, Brasil diz defender solução negociadaa para crise da Ucrânia Putin ( presidente da Russia) reconheceu duas regiões independentes, e enviou militares para que aja paz na região, na semana passada o presindete Jair Bolsonaro, simpatizou com a Russia ficando contra os três poderes, Parlamento, Senado eo STF (Supremo Tribunal Federal).

A ecônomia brasileira começa sentir os efeitos da guerra entre Russia e Ucrânia.Os Estados Unidos diz que o governo Russo quer envadir a Ucrânia, porém eles se negam dizendo quenão tem intenção de invadir mas permanece com os militares na fronteira.

“Diante da situação criada em torno do status das autoproclamadas entidades estatais do Donetsk e do Luhansk, o Brasil reafirmaa necessidade de buscar uma solução negociada, com base nos Acordos de Minsk, e que leve em consideraçãoos legítimos interesses de segurança da Rússia e da Ucrânia e a necessidade de respeitar os princípios da Carta das Nações Unidas”, afirmou o Itamaraty em nota.

No mesmo dia, tentou corrigir a fala ao dizer que o Brasil era solidário a quem tentasse resolver impasses de forma pacífica. Depois, declarou que não tomou partido “de ninguém”.

Visita de Bolsonaro a Moscou

O presidente Jair Bolsonaro esteve na semana passada em Moscou, onde teve uma reunião com Putin. Na ocasião,o presidente brasileiro disse que Putin buscava a “paz” e declarou ser “solidário” à Rússia.

As declarações de Bolsonaro foram criticadas pelo governo dos Estados Unidos, que viu a viagem do presidente à Rússia no “pior” momento, acrescentando que Bolsonaro parece “estar do outro lado”.

Fonte: G1

Paises ocidentais prometem defender as ameaças contra Ucrânia, inclusive o Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui