Com Mapa e bancada federal, Governo do Estado entrega 3,8 mil máquinas agrícolas para 79 municípios

0
30

Para fortalecer a agricultura familiar e aumentar a produção e a produtividade de assentamentos e comunidades indígenas, o Governo entregou 363 máquinas e equipamentos agrícolas aos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, nesta segunda-feira (18), em um investimento de R$ 31,281 milhões, e mais mil serão entregues ainda em 2022. Com esse investimento, o Estado terá entregue, até o fim do ano, 3,8 mil equipamentos em oito anos de gestão (2015-2022). O evento foi realizado no pátio do Cepaer (Centro de Pesquisa e Capacitação da Agraer).

O governador Reinaldo Azambuja explicou que muitos equipamentos já foram adquiridos e que o Estado aguarda a entrega pelas fábricas. “Nós vamos investir em 3.800 equipamentos como esses. Com esses 380 de hoje (considerando os 17 entregues no último dia 8 em Nioaque), vamos chegar perto de 3 mil e ainda tem mil que serão entregues ao longo de 2022. Tem mil equipamentos comprados que nós estamos esperando serem entregues porque as fábricas não estão dando conta. São caminhões, pás-carregadeiras, poclaines, retroescavadeiras, carretas, tratores e um monte de equipamentos”, disse Reinaldo Azambuja.

Equipamentos entregues nesta segunda-feira custaram R$ 31,281 milhões
Secretário Jaime Verruck (foto: Edemir Rodrigues)

De acordo com o secretário Jaime Verruck (Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), em relação à agricultura, a pasta assumiu a estratégia determinada pelo governador Reinaldo Azambuja de trabalhar com quatro eixos: renda, tecnologia, comercialização e crédito. “Esse foi o nosso foco para que déssemos total apoio à agricultura familiar no Estado. E assim nós caminhamos junto à bancada federal e com uma locação significativa de recursos próprios do Governo do Estado”, afirmou.

As entregas foram feitas pelo Governo do Estado em parceria com o Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e a bancada federal. Representando o Mapa, o chefe de assessoria especial de Relações Governamentais e Institucionais, Edimilson Alves, afirmou que os equipamentos vão ajudar a aumentar a produção de alimentos. “Esses equipamentos vão chegar para quem realmente precisa, para a agricultura familiar, para levar comida à mesa de quem precisa”.

Ex-ministra Tereza Cristina (foto: Edemir Rodrigues)

A ministra Tereza Cristina destacou que Mapa e Mato Grosso do Sul não fazem uma diferenciação entre as agriculturas de precisão e familiar.  “Nós temos uma política única para toda a agricultura do Estado”, disse.

Já a senadora Simone Tebet destacou a união da classe política para o desenvolvimento do Estado. “Aqui tem todas as correntes políticas, mas um só partido: Mato Grosso do Sul”, declarou. “O governo aqui é municipalista e Mato Grosso do Sul dá um exemplo de união”, acrescentou.

O presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa, também ressaltou que as diferenças políticas são deixadas de lado pelo governo estadual e que todos os municípios estão recebendo a mesma atenção. “A festa aqui hoje nos enche de orgulho porque o governo lá atrás falou de municipalismo e aqui estamos vendo na prática. É chegar o benefício na ponta. Esse é o novo estilo de gestão, o novo jeito de governar”, destacou.

Também participaram do evento os deputados federais Vander Loubet, Dagoberto Nogueira, Luis Ovando e Beto Pereira; os secretários Eduardo Rocha (Governo e Gestão Estratégica) e Flávio Britto (Saúde); e os deputados estaduais Pedro Kemp, Professor Rinaldo, Paulo Duarte, Marcio Fernandes, Londres Machado, Gerson Claro, Herculano Borges, Jamilson Name e Coronel David, além de prefeitos, vices, secretários municipais e diretores de autarquias.

Equipamentos foram adquiridos com recursos do Estado, da bancada federal e do Mapa (foto: Chico Ribeiro)

Paulo Fernandes, Subcom

Fotos: Chico Ribeiro e Edemir Rodrigues

FONTE: GOVERNO DO MS