‘Mamãe, está pegando fogo’: Mulher e filho se esconderam no banheiro onde idosa acabou morta carbonizada em MS

0
342

Iva Maria Ferreira Stuani, de 72 anos, morreu carbonizada tentando apagar o incêndio de sua casa, no bairro Vila Morumbi, em Campo Grande, com baldes de água. A filha e o neto da vítima foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros. 

O incêndio começou por volta das 21 horas desta quarta-feira (7), quando todos estavam em casa, sendo que a filha da idosa estava deitada no quarto e Iva estava na sala, quando o neto da vítima correu até a sua mãe gritando, “Mamãe, está pegando fogo”. 

Nisso, tanto Iva quanto a filha foram para a cozinha e com baldes tentavam apagar o fogo, que estava se espalhando. A mulher pediu para que o filho fosse até o banheiro e ligasse o chuveiro. Ela e o menino se abrigaram no banheiro, mas Iva continuou tentando apagar as chamas ficando presa no cômodo e morrendo carbonizada. 

De dentro do banheiro, a filha da idosa ligou para o Corpo de Bombeiros pedindo ajuda. Quando os bombeiros chegaram já não era possível mais salvar Iva, que teve 100% do corpo carbonizado. Inicialmente, havia suspeita de que o ex-marido da idosa pudesse ser o autor do incêndio, já que a idosa havia registrado um boletim de ocorrência contra ele recentemente.

Mas, a filha de Iva contou que a mãe havia perdido um filho há cerca de 2 meses e tinha o hábito de acender vela toda noite para ele. A porta de frente da casa estava obstruída por um sofá, e somente a porta dos fundos era o acesso de saída, justamente onde se concentrou o incêndio. 

Como a casa tinha muitos entulhos, o incêndio pode ter sido acidental. Foi encontrada uma arma em meio aos entulhos queimados que foi apreendida pela perícia. A arma segundo a filha de Iva era de seu pai.

MIDIAMAX