Universitário representará Paranaíba em programa nacional de jovens do Agro

0
609

O Programa Jovens Líderes do Agro/CNA Jovem é uma iniciativa estratégica do Sistema CNA/SENAR que fomenta a liderança empreendedora e desafia a juventude a alcançar maior protagonismo no setor. Tem por objetivo identificar e apoiar o desenvolvimento de novas lideranças para enfrentar desafios e inovar na agropecuária brasileira.

O interesse do Sistema CNA/SENAR no desenvolvimento de líderes está concentrado em cinco áreas de foco: institucional, sindical, político-partidária, empresarial e educacional. Isso não significa que a liderança não possa ser exercida em outras áreas, mas que essas são as que mais necessitam de surgimento de novos líderes com novos propósitos.

Por meio de capacitação em técnicas de inovação e liderança, o programa produz um elenco de iniciativas com resolutividade para desafios do setor, além de proporcionar desenvolvimento pessoal, autoconhecimento e compreensão do seu propósito, e atuação de liderança.

Neste ano, o Sindicato Rural de Paranaíba será representado pelo estudante de medicina veterinária Matheus Isidro, de 24 anos, que já está participando do programa Jovem Líderes do Agro/ Etapa EaD-2020.

“Recebi o convite através do Fabio Macedo, presidente do Sindicato Rural de Paranaíba, que me incentivou a participar. Eu não conhecia mas comecei a pesquisar e me interessei pelo programa que tem o intuito de defender os interesses do produtor rural e fomentar o desenvolvimento do setor. Minha ligação com o campo começou com meu avô que saiu de Tupã (SP) e comprou uma terra em Inocência (MS), que meu pai assumiu depois e agora eu sigo os passos deles, aprendendo com erros e acertos, estou me formando em veterinário e dando continuidade nesse trabalho de agropecuária familiar”, explica Matheus.

Por fim, o acadêmico de medicina veterinária destaca a importância da participação da nova geração no agro setor.

“Eu acredito que é muito importante a inserção da juventude no agro, porque a gente a une a vontade de inovar do jovem com a experiência dos produtores tradicionais, aprimorando a produção com uso de novas técnicas e manejo”.